PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER CADASTRE-SE AQUI

CONTATO

31 3222.0259 mapa
Rua da Bahia, 1900, 4º andar, Lourdes - Belo Horizonte
31 3335.8560 mapa
Av Olegário Maciel, 1600. Lourdes Shopping Diamond Mall - Belo Horizonte
18 jun 2014

Mochilas pesadas podem prejudicar a saúde das crianças

Segundo a Consumer Product Safety Commission, EUA, em apenas um ano, mais de 13.700 crianças com idades compreendidas entre 5 e 18 anos receberam tratamentos em hospitais ou consultórios médicos na sequência de lesões na coluna.

A American Academy of Orthopedic Surgeons (AAOS), EUA, aconselha os pais e educadores a prestar especial atenção à postura das crianças para que se evite chegar ao ponto de haver queixas de dores na coluna.

A cirurgiã ortopedista e porta-voz da AAOS, Dr. Melanie Kinchen, afirma que as mochilas – se usadas corretamente – são uma ótima forma de transportar o material escolar. Os problemas surgem quando há sobrecarga da mochila ou quando as crianças as levantam ou transportam de forma incorreta. Por isso, os pais e professores devem orientar as crianças no sentido de adotar medidas preventivas. A escolha da mochila adequada é o primeiro passo a adotar. A mochila deverá ser adequada à altura da criança. Há também a possibilidade de optar por mochilas com rodas, evitando assim ter de suportar o seu peso nas costas.

 

A AAOS sugere algumas dicas para evitar que as crianças sintam dor de costas e desconforto relacionadas com o uso da mochila:

– Só mesmo o estritamente necessário deverá ser transportado na mochila.

– Os objetos mais pesados deverão ser colocados o mais próximo das costas quanto possível e tudo o que for demasiado pesado deverá ser retirado da mochila.

– Quando a criança pegar na mochila, deverá dobrar os joelhos e usar os músculos das pernas.

– A mochila deve ser transportada nos dois ombros para que o peso seja bem distribuído. A criança nunca deverá transportar a mochila em apenas um dos ombros.

– As alças deverão estar devidamente ajustadas e, se possível, deve-se usar uma cinta ao redor do quadril para ajudar a redistribuir o peso da mochila entre os ombros e a pélvis.

– Os pais e educadores deverão encorajar as crianças a comunicar sempre que sentirem dores ou desconforto nas costas ou ainda dormência ou formigueiro nos braços ou pernas.

– Os pais e educadores devem estar atentos a quaisquer alterações de postura ou manchas vermelhas que a criança apresente na zona dos ombros.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.