PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER CADASTRE-SE AQUI

CONTATO

31 3222.0259 mapa
Rua da Bahia, 1900, 4º andar, Lourdes - Belo Horizonte
31 3335.8560 mapa
Av Olegário Maciel, 1600. Lourdes Shopping Diamond Mall - Belo Horizonte
29 out 2014

Osteoporose: homens também são vulneráveis

Apesar de a osteoporose ser uma doença frequentemente associada às mulheres, com uma em cada três mulheres a sofrer da doença, os homens também são afetados.

De acordo com um estudo recente realizado pela Fundação Internacional da Osteoporose, um em cada cinco homens, acima dos 50 anos sofre com a descalcificação óssea, que se manifesta em fraturas, principalmente, osteoporóticas da coluna. Estima-se que em 2050, o número de pessoas do sexo masculino afetadas pela osteoporose seja de 900 milhões.
De acordo com um comunicado de imprensa enviado à ALERT, na base deste aumento está o fato de se considerar esta doença como sendo maioritariamente feminina e, consequentemente, de o sexo oposto ignorar a importância do seu rastreio.
Neste sentido, e no âmbito do Dia Mundial da Osteoporose, que se comemora no dia 20 de Outubro, o Spine Center alerta para os perigos associados a este desconhecimento e para o fato de esta doença ser muitas vezes silenciosa e mascarada.
O médico-fundador deste centro, Luís Teixeira, um dos que realizam mais intervenções na área da coluna a nível nacional, refere que estes dados não podem ser ignorados. “Embora a prevenção da osteoporose deva ter início desde cedo, há vários procedimentos que precisam ser tidos em conta, principalmente a prática de esportes já que é extremamente importante para o aumento da densidade óssea. A corrida, por exemplo, estimula as células que ajudam na manutenção de ossos fortes. Mas cada caso é um caso”, explicou o médico.
Luís Teixeira alerta também para a importância de um rastreio masculino e feminino a partir dos 65 anos, independentemente dos fatores de risco. O médico referiu ainda que ingestão da dose diária recomendada de cálcio e de vitamina D assumem uma importância grande para a saúde dos nossos ossos. O cirurgião ortopedista relembra que a fratura dos ossos da bacia e do quadril é uma das lesões ortopédicas que mais resultam em morte na terceira idade.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.