PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER CADASTRE-SE AQUI

CONTATO

31 3222.0259 mapa
Rua da Bahia, 1900, 4º andar, Lourdes - Belo Horizonte
31 3335.8560 mapa
Av Olegário Maciel, 1600. Lourdes Shopping Diamond Mall - Belo Horizonte
12 nov 2014

Pode o exercício físico melhorar a qualidade de vida dos indivíduos com esclerose múltipla?

Mais de 90% das pessoas com esclerose múltipla relatam dificuldades de mobilidade e manter a mobilidade é consistentemente classificada como uma das maiores prioridades para pacientes com EM.

Um novo estudo no Journal of Clinical Outcomes Administration revisa cada vez melhores evidências sugerindo que o exercício é bem tolerado pelos pacientes com esclerose múltipla, e eles podem ser o suficiente para melhorar a sua aptidão, função e qualidade de vida.

 

De acordo com o principal autor Susan Kasser, PhD, exercícios orientados de equilíbrio para pessoas com EM tem o potencial de melhorar o equilíbrio e mobilidade funcional, embora seja necessário um estudo mais rigoroso sobre o tema.

 

Explica Dr. Kasser, “Dada a variabilidade inerente de EM e da heterogeneidade dos sintomas e curso da doença entre os indivíduos, nenhuma prescrição de exercício é ideal para todos aqueles diagnosticados. Os objetivos do tratamento devem ser individualizados.”

 

O Multiple Sclerosis Society Nacional recomenda que as pessoas com EM devem participar de programas de exercícios individualizados para melhorar o condicionamento cardiovascular, força e equilíbrio e para diminuir a fadiga e depressão.

Fonte: Medical News Today